Bloqueio criativo. E agora?

Um dos grandes dilemas de quem trabalha com criação sem dúvidas é o famoso “bloqueio criativo”, e quando isso acontece não sabemos como lidar nem tão pouco como nos permitir a ter estes momentos para enfim superá-los.

Mas afinal, o que de fato é um bloqueio criativo? 

Primeiro queremos explicar que não é porque você trabalha com criação que precisa estar e ser criativo o tempo todo. O bloqueio criativo surge quando estamos precisando criar, e ao tentar desenvolver uma ideia a inspiração sai para passear rs; qualquer distração boba fica interessante e nos deparamos com os seguintes dilemas: “não consigo desenvolver”, “‘acabou minha criatividade”, “‘está faltando inspiração”. Neste momento procrastinamos e nos auto-cobramos de forma desnecessária para sermos produtivos num período que estamos bloqueados e improdutivos.

O bloqueio criativo também pode surgir exatamente pela auto-cobrança em excesso; estresse; cansaço, busca pela perfeição (ELA NÃO EXISTE MEUS CAROS), tornando-se quase uma auto-tortura.

E como fazer quando surgir/estar em momentos assim?

Procure relaxar! Se você não consegue estar focado na atividade, busque referências de trabalho; leia algo, assista um filme, olhe para o seu cotidiano e tente absorver comportamentos, gostos, gestos que te inspiram a criar; então, talvez nessas simples atitudes você consiga se libertar do bloqueio criativo.

Tão importante quanto ter um “olhar fora da caixa” é pensar em como você vai executar a criação; portanto, neste contexto pode ser aplicada a técnica de POMODORO, que trabalha num tempo constante e faz você ter pausas ao longo do dia (normalmente uma constância de 60 a 90 minutos com pausas de 10 ou 15 minutos). “A proposta é que você cronometre e foque totalmente no que está executando até que chegue o momento de sua pausa” – Tudo sobre pós.

Algumas pessoas aderem este formato e dizem ficar muito mais dispostas e criativas fazendo estas pequenas pausas ao longo do dia, tornando assim seu processo de criação mais fácil por conta das “‘pausas mentais”. Mas não se esqueça que essas pausas são para te gerar mais produtividade e não fazer com que você perca o dia.

Conta aqui pra gente, já sofreu alguma vez com bloqueio criativo? Como lida com isso? Tem alguma técnica para compartilhar conosco? Conte-nos tu-do!

Curtiu nosso conteúdo? Comente aqui e envie esse post para os amigos que possam estar sofrendo com estes bloqueios e precisando de uma ajudinha em como lidar com isso! 🙂

Share: